Últimas notícias
Henri Castelli está conhecendo melhor a modelo de Manaus Tarcia Ciarlini| Cauã Reymond fez terapia com filha após apoio de Goldfarb e Grazi Massafera| Clube promissor, Luverdense cai para a Série D do Brasileiro; veja cinco motivos para queda| Cuiabá faz último treino antes de embarque para encarar América-MG; veja provável escalação| Conferência Jovens Fortes reúne grandes nomes da música gospel em 12h de programação, em Goiânia|
Notícias - Curiosidades

13 de Agosto de 2019 ás 08:52:57

Idoso que sonha cursar filosofia volta a estudar após quase 60 anos em MT: 'Sou apaixonado pelo conhecimento'

Laucidio da Silva Ribas, de 69 anos, trabalha durante o dia como pedreiro autônomo e vai à escola a noite. Ele está cursando o 9° ano do ensino fundamental.

Foto por: Arquivo pessoal

Um idoso, morador de Cuiabá, voltou a estudar depois de ter parado os estudos, há quase 60 anos, devido ao fechamento da única escola que tinha na região onde ele morava, à época na zona rural de Mato Grosso do Sul.

Laucidio da Silva Ribas, de 69 anos, trabalha como pedreiro e está cursando o 9° ano do ensino fundamental na Escola Municipal de Ensino Básico Profª Guilhermina de Figueiredo, em Cuiabá. Ele disse que pretende cursar o ensino superior em filosofia após concluir o 2° grau.

Ribas, como é chamado entre os colegas, afirmou que aprendeu a ler e a escrever em aulas oferecidas pela igreja que ele frequentava durante a adolescência.

No entanto, o motivo dele ter se matriculado em uma escola, já na terceira idade, foi a paixão pelo conhecimento e a vontade de acompanhar os filhos nos novos desafios da vida.

“Sou apaixonado pelo conhecimento e a vontade de voltar aos estudos sempre esteve no meu coração. Não parei de estudar porque quis, parei porque a escola fechou e não tinha outra onde eu morava”, explicou.

O estudante contou ao G1 que chegou a procurar outras escolas depois que ficou adulto, mas não conseguiu encontrar vaga.

“Isso me deixava frustrado. Tempo depois, comecei a trabalhar, casei, tive filhos e o tempo ficou curto. Apesar disso, não desisti. Acredito que quem tem coragem, consegue o que quer”, ressaltou.

Apesar de crescer sem formação escolar, Laucidio se orgulha ao dizer que conseguiu fazer com que todos os filhos concluíssem os estudos. Segundo ele, dois, dos quatro filhos, são microempresários.

“Agora que já estão formados, tenho que estudar bastante para acompanhá-los, não posso ficar para trás. Gosto muito de conhecer coisas novas e conversar com intelectuais, isso me enriquece”, brincou.

Com o apoio dos professores, filhos e netos, Laucidio trabalha durante o dia como pedreiro autônomo e vai à escola à noite.

“Às vezes tenho dificuldades por causa do cansaço. É difícil absorver o conteúdo e fazer as atividades em casa, mas cada dia é um novo aprendizado. Estou muito feliz com essa oportunidade”, pontuou.

'Aluno exemplar'

A professora de Laucidio, Ana Maria Souza, afirmou que o aluno é exemplar e que, mesmo cansado, ele sempre está atento e disposto a frequentar as aulas.

“Ele participa de todas as atividades propostas pelos professores. Como toda pessoa que ficou muito tempo sem estudar, possui algumas dificuldades, mas ele é persistente e estudioso”, ressaltou.

Segundo Ana Maria, Laucidio participou das Olimpíadas de Matemática e foi classificado para a segunda fase. Ele também participou de uma performasse teatral no início do ano, no Hotel Fazenda Mato Grosso, e fez sucesso.

“Apesar da idade, o senhor Ribas é um homem que sonha concluir os estudos para conseguir um futuro melhor”, pontuou.

* Sob a supervisão de Denise Soares

 

Fonte: Kessilen Lopes - G1 MT

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!