Últimas notícias
CANARANA Baiano garante construção de 'Escola Modelo' no valor de R$ 12 milhões| Secretaria de Assistência Social de Água Boa divulga vencedores do 4º Concurso Cultural | O Prefeito Municipal reuniu-se no gabinete com vários segmentos diretivos da atual administração para apresentação do PROGRAMA"CIDADE EMPREENDEDORA" | Gaúcha do Norte recebe curso de aplicação de agrotóxicos utilizando pulverizador autopropelino| Temer diz que governo acionou 'forças federais' para desbloquear estradas|
Notícias - Esportes

09 de Fevereiro de 2018 ás 10:51:00

Com perda da vaga na Copa do Brasil, Dom Bosco não descarta deixar estadual

Decepcionados com tudo que aconteceu às vésperas de entrar em campo pela competição nacional, o clube cogita abandonar o Mato-grossense, mas decisão teria consequências negativas.

Foto por: Assessoria/FMF

A diretoria do Dom Bosco não esconde a decepção por ter perdido a vaga na Copa do Brasil deste ano. Os membros têm feito reuniões e a opção de abandonar o Campeonato Mato-grossense, ainda não foi descartada. Porém, Paulo Emílio, vice-presidente do clube, garantiu que o jogo contra o Mixto, no próximo sábado, vai acontecer normalmente.

A atitude de deixar a competição teria consequências devastadoras para o Dom Bosco, que depois do retorno ao futebol profissional em 2014 - ficou de 2008 até 2014 desativado -, tem conseguido resultados interessantes.

Por abandonar o estadual, o time ficaria impedido de disputar competições oficiais por dois anos e ainda pagaria uma multa de R$ 50 mil. Além desses problemas, ficaria em descrédito com patrocinadores e junto ao torcedor.

- Estamos nos reunindo e pensamos em desistir sim. Mas sabemos que isso trará consequências negativas. Nossa situação é muito delicada, porque fizemos compromissos com base em um orçamento e ele nos foi tirado. Nosso medo é não conseguir honrar com os compromissos - explicou Paulo Emílio.

Outras situações

Com a perda da vaga, o Azulão da Colina perde R$ 500 mil - premiação da CBF pela disputa da primeira fase da Copa do Brasil. O clube havia feito um pedido de antecipação de R$ 250 mil. A CBF concedeu esse valor, mas agora espera receber de vola.

- Ele nos anteciparam de boa fé. Fizemos compromissos, pagamos premiações aos atletas, enfim, já gastamos esse dinheiro e não temos essa quantia para devolver - afirmou Paulo.

Sem o dinheiro, o clube vai reavaliar a situação dos atletas que recebem salários mais altos. Isso pode resultar em liberação de jogadores, que não se adequarem às novas condições.

Possível punição

O Dom Bosco ainda está na iminência de receber uma denúncia por escalação irregular do zagueiro Bruno Felipe, que disputou três partidas do Mato-grossense deste ano sem contrato. Pelo menos dois clubes já têm a denúncia pronta contra o Azulão, que tem um histórico de ser carrasco com os rivais nos tribunais.

 

Fonte: Olímpio Vasconcelos, Cuiabá

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!