Últimas notícias
Coreia do Norte diz na ONU que guerra nuclear pode começar 'a qualquer momento' | Aeronave do Greenpeace cai na região de Anavilhanas, no AM; uma pessoa morreu| 'Se houver mudança na lei, mulheres serão prejudicadas', diz Maria da Penha | Gmail ganha recursos avançados de segurança para usuários de alto risco| Congresso vai debater a diversidade na velhice|
Notícias - Esportes

12 de Outubro de 2017 ás 10:52:27

Jô espera propostas, quer ficar no Corinthians, mas diz: "Não dá para cravar"

Na mira de clubes europeus, artilheiro do Timão não garante permanência em 2018.

Foto por: Mauro Horita

Artilheiro do Corinthians na temporada com 21 gols, o atacante Jô sabe que o assédio a ele vai aumentar após o fim do Campeonato Brasileiro. Monitorado por clubes europeus, ele diz querer ficar no Timão por mais tempo, mas já não garante essa condição.

Depois de marcar um dos gols da vitória alvinegra por 3 a 1 sobre o Coritiba, nesta quarta-feira, em Itaquera, Jô falou sobre sua situação. Ele tem contrato vigente com o clube até dezembro de 2019. Antes de discutir o futuro, quer ter foco no presente.

– Quero ficar e tenho contrato com o clube. Não tem nenhuma oferta ou proposta oficial, só especulações, mas temos que ser realistas. Vamos deixar as coisas acontecerem. O meu desejo é sempre ficar, mas vamos passo a passo. Primeiro vamos buscar o título, descansar no fim do ano e no ano que vem a gente vai ver o que fazer – afirmou Jô.

Revelado pelo Timão, o atacante acredita que sua história na Europa ainda não acabou. Ele viveu experiências em quatro clubes do continente: CSKA Moscou, da Rússia, Manchester City e no Everton, da Inglaterra, e Galatasaray, da Turquia.

Agora, novas sondagens aparecem. No meio do ano, uma proposta do Borussia Dortmund, da Alemanha, deixou o atacante balançado. Jô continua sendo peça fundamental da equipe, e diz ainda não ter recebido ofertas. Mas isso não significa que ele estará no clube em 2018.

De volta ao time, Jô diz que sentiu um pouco, mas afirma:

De volta ao time, Jô diz que sentiu um pouco, mas afirma: "Tem que ir no sacrifício"

– Até agora não chegou nada. Sou muito grato pelo Corinthians, por tudo que ele fez por mim. Pretendo cumprir meu contrato, mas fico no aguardo. Não posso cravar nada e depois ter outra história. Vamos deixar as coisas acontecerem – pediu o jogador.

O Corinthians hoje tem o contestado Kazim e o garoto Carlinhos como opções a Jô. O clube se movimenta para reforçar o setor – Júnior Dutra, do Avaí, está em negociação e pode ser o primeiro reforço alvinegro para a próxima temporada.

Fonte: Diego Ribeiro e Marcelo Braga, São Paulo

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!