Últimas notícias
A Prefeitura de Canarana, em parceria com o SEBRAE, promoveu o I Seminário “Você é importante para o Município”. | A capital do nativismo Canarana realiza a maior Semana Farroupilha de Mato Grosso| Nova Xavantina aparece na lista de cidades que podem apresentar clima de deserto| Água Boa: Ruralista: bandidos pensarão duas vezes antes de invadir fazendas| Cocalinho/ Nova Nazaré (MT) - Ibama apreende madeira ilegal e aplica R$ 4,7 milhões em multas em 20 fazendas |
Notícias - Cidades

10 de Setembro de 2019 ás 07:39:00

Pelo menos quatro cargas de madeira ilegal são apreendidas em MT

Fiscalização apontou divergências entre as informações das notas fiscais e as cargas de madeira. Segundo a PRF, essas são características típicas de extração de madeira em locais não permitidos.

Foto por: PRF/Divulgação/Indea-MT

Segundo informações do G1-MT, ao menos quatro cargas de madeira ilegal foram apreendidas, em Mato Grosso, durante o final de semana. Três delas ocorreram em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, por meio de uma ação conjunta entre Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Instituto de Defesa Agropecuária (Indea).

Um motorista de 34 anos foi detido, no sábado (7). Ele apresentou a documentação de que transportava pouco mais de 27 m³ de Miridiba. No entanto, os fiscais identificaram que a carga se tratava de Castanheira. Essa espécie de árvore não pode ser derrubada, nem transportada, pois se trata de uma espécie protegida por lei, que corre risco de extinção.

No mesmo dia, outro motorista, de 44 anos, também teve a carga apreendida por tentar enganar a fiscalização. No caminhão, foi encontrada uma carga de 13 m³ de Cupiuba. Segundo a polícia, na nota fiscal constava que a madeira transportada era de cambará e jatobá.

A madeira saiu de Aripuanã, a 976 km de Cuiabá, com destino a Rondonópolis. O material apreendido foi encaminhado ao pátio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Ainda durante a operação, a PRF apreendeu mais uma carga de madeira ilegal, também em Rondonópolis, nesta segunda-feira (9).

Primavera do Leste

No domingo (8), em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, a PRF apreendeu 32 toneladas de madeira ilegal, que saiu de Rondônia e seriam entregues em Goiás.

Na nota fiscal constavam nove variedades do produto, mas o caminhão estava carregado com apenas quatro tipos de madeira, totalmente diferentes do registro no documento. A verificação foi feita pela PRF e pelo Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea).

Dentre os quatro tipos de madeira, 70% do carregamento era de Castanheira, uma árvore que tem o corte e comercialização proibidos por lei.

O motorista que conduzia o caminhão foi preso e alegou aos policiais que não sabia da irregularidade e que foi contratado apenas para realizar o transporte do produto. Já o veículo e a carga foram apreendidos.

Essa já é a segunda apreensão de madeira irregular em Primavera do Leste, na última semana. De acordo com a PRF, essa divergência entre as informações da nota fiscal e o carregamento são características típicas de extração de madeira em locais não permitidos.

O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil.

 

Fonte: G1 MT

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!