Últimas notícias
TJ abre dia 20 inscrições para concurso de juiz | Chuvas retornam após 90 dias e montante chega a 30 mm em Canarana| Campeonato Municipal de Futebol. Grande final domingo dia 18 de agosto em Água Boa| Prefeitura de Gaúcha do Norte utiliza recurso do Fethab para aquisição de um trator Case IH Puma 215| Ciclovia e nova entrada das Águas Quentes estão entre as obras comemorativas de 70 anos de Barra do Garças|
Notícias - Cidades

13 de Junho de 2018 ás 10:56:00

Falta de sinalização e poeira na BR-158 são as principais causas de acidentes apontam os motoristas

O tráfico de veículos na rodovia é intenso e a atenção tem que ser redobrada para evitar fatalidades.

Foto por: Ilustrativa

O excesso de velocidade, poeira e falta de sinalização são mencionados por condutores de veículos como as principais causas de acidentes de trânsito na BR-158. O número de ocorrências cresce no período do verão, devido a estrada ser de terra e o aumento da poeira dificultar a visibilidade.

O tráfico de veículos na rodovia é intenso e a atenção tem que ser redobrada para evitar fatalidades. A equipe de reportagem do site Agência da Notícia percorreu os 120 km de estrada de chão que liga Alô Brasil até as proximidades do entroncamento de Canabrava do Norte para vivenciar a situação de perigo e risco que motoristas enfrentam neste trecho da rodovia.

Os acidentes registrados na maioria dos casos é envolvendo caminhões e carretas que fazem esse percurso diariamente ‘’a visibilidade na estrada fica mais comprometida devido a poeira e a falta de sinalização, principalmente para quem não sabe que está tendo desvios e está passando pela primeira vez no trecho ‘’ explica o caminhoneiro.

Os condutores pedem aos órgãos competentes uma medida emergencial neste trecho da maior rodovia do Norte Araguaia. Alguns pontos do trecho estão passando por manutenção necessitando fazer desvio que até o momento não possui sinalização, o que coloca em risco a segurança dos usuários, principalmente de quem está passando pela primeira vez no local.

 

Fonte: Agência da Notícia

O Portal não se responsabiliza pelos comentários aqui postados!